Como contratar bons profissionais?


O primeiro passo para contratar uma equipe funcional e alinhada com os objetivos da empresa está na gestão, nos valores e no propósito do negócio.​

É importante entender que alguns profissionais passarão por você e não permanecerão. Com certeza eles não estão alinhados com sua gestão, nem com os valores e propósitos do seu negócio.​​

Não tenha pressa​​

Essa etapa do processo está diretamente ligada à parte emocional do negócio. Tomar decisões precipitadas pode gerar custos desnecessários.​

Tenha em mente que você está contratando pessoas que farão parte da sua equipe, compartilharão seus valores e construirão os resultados futuros da sua empresa.​

Portanto, a contratação de novos colaboradores é uma parte essencial e deve ser planejada. Cada movimento deve estar alinhado à cultura organizacional e aos objetivos da empresa.​

Tenha em mente o perfil do cargo

Quem é essa pessoa que vai assumir essa posição? O que ela precisa saber? Aqui é importante a parte técnica. Porém, mais que a parte técnica, o que ela pode agregar como indivíduo.​

Nesse momento, é importante ser como um jogador de xadrez pensando nas próximas rodadas ao mexer as peças de forma estratégica. Ou seja, é essencial pensar no futuro: para onde a empresa irá caminhar e como essa pessoa contribuirá para chegar até lá e ir além do proposto.​

Planeje etapas eficientes​​

Dedique-se a esta fase. Cada etapa é um filtro para encontrar profissionais ideais, que estejam de acordo com o manifesto da sua empresa.​

Você pode criar as etapas como quiser, desde a triagem de currículos até as entrevistas individuais ou provas específicas. O mais importante é que as fases estejam diretamente ligadas ao perfil do cargo que será disponibilizado.​

O planejamento pode ser feito por você, por sua equipe de RH ou até mesmo por alguma empresa terceirizada especializada no assunto.​​

Faça entrevista​​

Se em sua empresa ainda for possível fazer a entrevista final ou participar dessa etapa do processo seletivo, não hesite.​

Essa estratégia permite que você conheça o candidato mais profundamente, analise suas habilidades e sua desenvoltura e, o mais importante, ouça sua história de vida.​

Defina perguntas-chave, proponha casos comuns do dia a dia e peça para que o candidato fale como lidaria com tais desafios. Faça uma entrevista por competências, por exemplo, onde são solicitadas situações reais ao invés de perguntas genéricas.​

Enfim… Você pode escolher uma ou misturar todas, o ponto importante é conhecer seu futuro colaborador com propriedade para a tomada de decisão.​

Mantenha os bons profissionais

Encontrar bons profissionais é um desafio, mas mantê-los é algo que demanda maior dedicação, pois toda empresa quer os melhores.​

Manter um colaborador atuante e que vista a camisa faz com o que os novos que cheguem entendam o ritmo e os coloquem em mesma sintonia, nivelando por cima.​

E para manter um profissional que valha a pena, deve-se investir nele. Benefícios, qualificação, treinamentos e inclusão são caminhos para mantê-lo com você.​

Empresas que têm em seu time colaboradores com perfis variados, de localidades diferentes e com uma cultura de inclusão já validada tem maior probabilidade de crescer e expandir no mercado.​