Parcelamento de Consulta

Separando as Contas

Um dos passos importantes para você definitivamente se enquadrar na categoria de empresário é saber administrar suas contas e definitivamente separar seus gastos pessoais das contas da clínica.

Sim. Você tem uma empresa; esta empresa não é você e você não é a empresa.

  • Com a confusão de contas, fica impossível fazer o controle financeiro de seu negócio.
  • Você não sabe o quanto ganha e o quanto pode gastar em sua vida pessoal.
  • Não consegue saber se pode assumir alguns compromissos e investimentos.
  • Fica em total escuridão!
  • Acaba gastando errado e depois se arrepende!
  • Não estabelece uma meta de investimentos.
  • Não sabe se o seu negócio é lucrativo ou não.

Como fazer?
Primeiro tenha em mente que não é o quanto você quer retirar para sua vida pessoal, mas sim quanto o negócio permite!

1. Estabeleça um Labore para você!

Se você trabalha na clínica como dentista, o labore deve ser sobre a sua produção média como dentista.

Exemplo: Para todo valor recebido de produção (atendimento) feito por você, durante os últimos 6 meses, calcule 40%.

Seus recebimentos médios :
Janeiro: …………..R$ 20.000,00
Fevereiro: ………..R$ 15.000,00
Março: ……………R$ 22.000,00
Abril: ……………..R$ 25.000,00
Maio: …………….R$ 18.000,00
Junho: ……………R$ 26.000,00
Total: ……………..R$ 126.000,00

Média = 126.000,00/ 6 meses = R$ 21.000,00 * 40% = R$ 8.400,00.

Esse valor será seu ganho como dentista!

É esse valor que você terá para seu orçamento doméstico. Esta é a maneira mais simples e efetiva de se calcular seus ganhos sem prejudicar o negócio.

O conceito é simples: você trabalhou como dentista, ganha como dentista.

Reveja de 6 em 6 meses e atualize!

2. Defina uma data e deposite em uma conta corrente separada este valor de labore. Faça todas as despesas pessoais por esta conta.

3. Viva e ajuste o seu orçamento pessoal (doméstico) com o que você pode ganhar.

Mas você pode me questionar: “e se eu não trabalho como dentista, apenas como administrador?”. Nesse caso, seu labore deve ser calculado de uma forma mais elaborada, respondendo a duas questões importantes:

  • Quanto cobra um profissional com os meus conhecimentos para exercer a função que exerço no negócio?
  • O negócio tem condições de pagar este valor?

Esses são os primeiros passos para separar as contas do consultório/clínica de seus gastos pessoais. A confusão de contas é o princípio e a origem do caos da organização financeira.

Temos vários depoimentos de clientes que ajustaram suas finanças com essa atitude.

Não deixe de fazer! No começo é difícil, mas transforme isto em um hábito e você será mais feliz!

Os 60% restantes devem ser administrados pela clínica para pagar as despesas do negócio e sobrar o lucro desejado.

“Como administrar o lucro” será tema de outro papo!

Abraço,

Separamos mais dicas para sua clínica aqui

Mario Tonzar Junior
Consultor de Finanças do Altera
Engenheiro Mecânico
MBA de Gestão de Negócios pela INPG; MBA em Inteligência de Mercado pela FGV;
Empreendedor e gestor de diversos negócios no ramo Odontológico desde 1985;
Diretor Adm. Financeiro do Altera – MKT

QuickCheck Logo

QUICKCHECK SOLUTIONS © 2017 - Todos os direitos reservados.
DoaComm Logo